sábado, 13 de dezembro de 2008

O Bruno Chateaubriand quase apanhou o Táxi em Movimento...















Ontem eu passava pela Nossa Senhora de Copacabana, altura da República do Peru...

Chovia...

Muita gente querendo táxi...

Quase todos ocupados...

Um rapaz com telefone celular na orelha atravessa a rua...

Tenta um, outro...

Nada...

Chega próximo do meu e aviso que estou ocupado...

Sabem quem era?




Bruno Chateuabriand...

Eu conversava com minha passageira, que trabalha na Justiça de Friburgo, a caminho do Rio Sul e me perguntava se seria possível levá-la até sua cidade mais tarde...

Perdi a oportunidade de bater um papo legal com o Bruno Chateaubriant...

Ele tem ótimo humor...
É amicíssimo do ginasta Diego Hypólito...

Semanas atrás concedeu entrevista sensacional nas Amarelas da Veja...

Deu uma festão de bodas de pérolas (10 anos de união macha) em seu apartamento no Chopin comemorando seu ‘casamento’ com André Ramos...

Lembrei do Gerald Thomas...

Sabem por quê:

Após perdê-lo para outro táxi que me ultrapassou criminosamente na frente do Teatro do Espaço Oi-Futuro na Rua Dois de Dezembro, comentei por aqui no “Táxi em Movimento”...

Gerald Thomas acabou achando o texto na Rede e acabou me ligando para me conhecer...

Como creio que sempre o raio acaba desabando no mesmo local...

Acho que o Bruno Chatô vai me achar na Rede...

Alô, Bruno Chateaubriand!
Faz contato...

Adoraria bater um papo bacana com você...

Bruno Chateaubriant é homossexual assumido sem grilos nem babaquices e feliz com sua condição...

Diferentemente do Gerald Thomas...

Bruno daria um excelente papo firme por aqui...

Os leitores do “Táxi em Movimento” a-m-a-r-i-a-m...

Se for no Edifício Chopin, melhor ainda...

E se for hoje ainda daria para dar uma espiada no apartamento da Maddona que está no Copacabana Palace ali ao lado...

Seria o segundo gay celebridade que eu colocaria no YouTube...




Jorge Schweitzer




.




.


Um comentário:

  1. Olá Jorge:
    Aí está a entrevista:
    http://veja.abril.com.br/300108/entrevista.shtml#

    Abração.

    ResponderExcluir