domingo, 11 de novembro de 2012

Pai joga criança de dois anos no Rio Cuiabá





O pai de uma criança de apenas dois anos de idade é o principal suspeito de ter jogado o filho do alto da ponte Júlio Muller, sobre o Rio Cuiabá, na madrugada deste domingo (11). 


 Testemunhas afirmaram ter visto o momento em que o homem teria jogado praticado o ato. 

Em depoimento ao site de notícias G1, um rapaz conta que passava pelo local quando viu o homem jogando o filho do alto da ponte. 

 O rapaz assegurou ainda que acionou à Polícia, mas a criança foi localizada já sem vida por um pescador. 

O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exame de necrópsia. 
O suspeito conseguiu fugir. 

 Casa incendiada 

A suspeita da Polícia MIlitar (PM) de que o crime pudesse ter ligação com outro acontecido também nesta madrugada foi confirmada. 

Na ocasião, uma residência no bairro Dom Aquino foi incendiada, matando a mulher que estava no local. 

Segundo a Polícia o homem ateou fogo na casa e em seguida jogou o filho no rio. 

Num primeiro momento, foi cogitada a hipótese de a mulher ser esposa do acusado, contudo, a mulher já foi localizada e confirmou que a criança jogada dentro do rio é filho dela com o acusado. 

A mulher relatou ainda que o corpo carbonizado possa ter ser o de sua mãe. 

À polícia, ela afirmou também que o marido é um ex-presidiário. 

Os dois casos estão sendo investigados. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.