sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Joaquim Barbosa apeou da Carruagem da Ilusão na reta de chegada




Joaquim Barbosa experimentou todas delícias do afago público...

Joaquim Barbosa foi elevado a herói nacional, indicado a santo paladino e nosso próximo presidente da República ideal...

Virou balão japonês ao rejeitar prisão imediata dos réus do mensalão às vésperas do Natal...

Joaquim Barbosa afinou na reta de chegada...

Deu chabú...

Esvaiu-se  a fantasia...

Logo aparecerá outro oportunista  para galgar  a carruagem  da ilusão deixada pra trás pelo Joaquim Barbosa na cocheira dos acordos...

Seremos para sempre o pais do futuro descrito por Stefan Sweig...

Joaquim Barbosa perdeu seu bonde da nossa história...

Que pena!



Jorge Schweitzer






Um comentário:

  1. João Paulo Ferreira de Assis22 de dezembro de 2012 10:00

    Joaquim Barbosa fez o que era certo. O que a lei manda. Se os assassinos de uma criança de cinco anos podem ter garantias da Justiça, porque os condenados não podem. Há que esperar-se o trânsito em julgado.

    Além do mais, o Gurgel que tinha pedido a prisão imediata dos réus, retirou o pedido ao saber que o plenário do STF era contra. E reapresentou o pedido ao Joaquim Barbosa para obter a prisão em decisão monocrática.

    Ia dar muito na vista se eles fossem presos agora.

    ResponderExcluir