domingo, 26 de maio de 2013

A Estrela e a Espada de Excalibur








Então...

Pôs bueno...

Não raro... 

Nossas vidas são mudadas por algum novo curso... 

Perdemos o controle do que vêm após... 

Passamos a circular a espada presa na rocha a nos ser entregue por alguma Senhora do Lago... 

A espada sagrada no sopro de um dragão para ser usada somente por um guerreiro em único duelo... 

Um andarilho de armadura forjada pelo acaso... 

A espada empunhada sem tremular na mão da vida... 

Que se multiplica por milhares como por encanto... 

A alimentar a razão da alma navegante com todos seus restos de coragem...

A refazer jardins...

Reconduzir estrelas... 

Como numa fábula do Merlim...




Jorge Schweitzer









Um comentário:

  1. Gostei mais do meu vídeo. O texto está lindo.

    ResponderExcluir