quarta-feira, 4 de setembro de 2013

O Fim do Voto Secreto e a Audácia dos Facínoras











Não se iludam...

A classe política brasileira mantém tão amplo arsenal de planos sórdidos para burlar a Lei que certamente encontrarão algum descaminho para driblar o fim do voto secreto aprovado ontem na câmara dos deputados...

Muito provável que tenha passado na câmara para livrar mensaleiros e será restringida no senado...

Todo cidadão que adentra a política vislumbra ali oportunidade ímpar para virar milionário sem trabalhar, praticando crimes sem ser preso...

Não conheço um político brasileiro pobre...

Dia desses o  político profissional Jair Bolsonaro enfrentou manifestantes e cunhou o primor:

"Fui ser deputado federal para não andar de ônibus, fusca, van, morar bem e pensar no bem do povo e da minha família. Ser pobre e miserável não é o que o vereador merece"...

E todos ficaram com o rabo entre as pernas sem responder a altura...

Sabem por quê?

Porque não temos a audácia dos facínoras...

Infelizmente!



Jorge Schweitzer





PS: Ah, sim.... Falando em 'audácia dos facínoras', a CBN utiliza uma propaganda anunciando o Arnaldo Jabor como seu cronista onde cita que o 'homem de bem necessita ter a audácia dos facínoras' como propriedade intelectual do Jabor... É mentira... Mais provável que seja do Ruy Barbosa, do Floriano Peixoto, do Duque de Caxias, do Olavo Bilac... Sei la?! Do  Jabor não é... Nem poderia ser... Nem minha... Muito embora eu gostaria muito... Na realidade o melhor seria ter a audácia dos bandidos para botar para correr uns camaradas aí... Quem sabe?!













Nenhum comentário:

Postar um comentário