sábado, 26 de abril de 2014

Carta aberta de Fabrício Carpinejar para Leandro Boldrini: 'Esse menino era seu filho'






"Não posso nem chamá-lo de caro ou prezado, mas apenas usar seu nome: Leandro. Educação e respeito vão soar como cinismo.


Tampouco posso chamá-lo pelo sobrenome para indicar formalidade. Perdeu o direito do sobrenome. Seu filho pequeno está enterrado em seu sobrenome para sempre. Ele carregava seu sobrenome, você não soube carregar coisa alguma dele.



Tenho enfrentado vários pesadelos desde que ouvi a notícia de que seu menino de 11 anos fora morto pela madrasta.


Que seu menino foi posto numa cova às margens de um rio em Frederico Westphalen (RS) e poderia estar ainda vivo. Coberto pela terra quando deveria ser coberto pelo edredon para não passar frio de noite.


Seu filho foi enganado. Toda a vida enganado. Toda a vida humilhado. Na hora de seu fim, aceitou o passeio para longe de Três Passos porque jurava que receberia uma televisão.


Quando seu menino acordar dentro da morte, ele vai chamá-lo. Assim como toda criança chama seu pai quando tem medo do escuro. Vai chamá-lo e onde estará?


Ele acreditava que você era o herói dele. Estava exagerando para pedir que o salvasse, não entendeu o apelo?


Você nem pai foi. Nem homem foi. Você foi o que restou.


Como médico, não acha Bernardo uma criança um pouco grande para fazer um aborto?


O que dirá para irmãzinha dele? Que Bernardo está no céu? Que é uma estrela?


Perdeu também o direito de mentir. É você e sua memória sozinhos no silêncio. Só resta a memória para quem matou a consciência.


Nunca encontrará perdão. Deixou Bernardo desamparado. Deixou Bernardo com as mesmas roupas curtas, o mesmo uniforme escolar surrado, desde que a mãe faleceu. Deixou seu filho mendigar atenção pela cidade. Pelo fórum.


Não entendo o que leva um homem a anular sua família anterior por uma nova namorada. O sexo é mais importante do que a paternidade? A bajulação é mais importante do que a ternura? Queria estar disponível para festas? Cortar gastos?


Fingiu que Bernardo não existia para não atrapalhar a ambição da sua mulher? Fingiu que Bernardo não havia nascido para atender à exclusividade de sua mulher?


Filho não é escolha, é responsabilidade. Já casamento é escolha...


Se a mulher não gostava de seu filho, não deveria ter recusado o relacionamento?


Como seria simples. Bastava dizer "Ou meu filho ou nada!". É o que se fala no início do namoro.


Para você, nada.


Não é que você não tem mais nada, você não é mais nada. Abdicou de seu filho para ficar com alguém. Você não se contentou em abandonar sua família para criar uma segunda família, você aniquilou sua família para criar uma segunda família.


Obrigava Bernardo a esperar fora de casa até você chegar do trabalho, agora é você quem espera fora de casa.


Obrigava Bernardo a lavar as mãos para brincar com a irmã. Pois tente lavar suas mãos agora para tocar no rosto dele.


Tente todos os dias de sua paternidade. Sangue não sai com a culpa.




Fabrício Carpinejar"





...


PS do autor do Blog Táxi em Movimento: Gostaria que todos que acompanham o Caso do menino Bernardo Boldrini igualmente tomassem conhecimento do Caso da menina Joanna Marcenal da mesma forma morta sob tortura pelo pai e pela madrasta no RJ; tendo o pai confessado que amarrava a criança pelos pés e mãos com fita crepe sobre fezes e urina e ela tinha marcas de queimaduras em toda extensão das nádegas... O pai se chama André Rodrigues Marins, é serventuário judicial e passou 5 meses preso em Bangu 8 e atualmente aguarda data do Juri Popular onde está indiciado por homicídio triplamente qualificado e torturada continuada assim como a madrasta, Vanessa Maia Furtado... E, por favor, participem do Abaixo Assinado pedindo punição aos bandidos que trucidaram a menina Joanna... Obrigado! ... Jorge Schweitzer 
http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2010N4961








54 comentários:

  1. Respostas
    1. Espero que a justiça dos homens se faça presente e deixe esses monstros presos por muitos anos, pois a justiça de Deus eles vão sentir pro resto de suas vidas,pois essa não falha.Não podemos chamar esse homen de pai,a palavra PAI é amor,proteção,abrigo,e ele nunca foi nada disso.

      Excluir
  2. Espero ardentemente que esta carta chegue às mãos deste monstro.Este pai teve a coragem de receitar um remédio para dopar o menino,!!Espero em DEUS, que a justiça seja feita.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns,palavras tirada da boca do mundo inteiro.

    ResponderExcluir
  4. Tão eloquente quanto necessário! Não foram só o pai e a madrasta que o assassinaram, mas todos quantos deixaram de ouvi-lo...

    ResponderExcluir
  5. O pior de tudo...ele Leandro quis apagar seu próprio filho porque sabia de mais.
    E como a mãe do Leandro disse em seu depoimento"que Bernardo era uma ameaça ao seu filho!".

    ResponderExcluir
  6. Parabens. Mensagem de muita profundidade. Mas acho que este mosntro que ajudou as tirar a vida do filho não tem capacidade emocional para entende-la.

    ResponderExcluir
  7. sem comentário essa carta já diz tudo

    ResponderExcluir
  8. Parabéns, Carpinejar! Você disse o que muitos gostariam de dizer. E o que muitos não têm coragem de falar.
    Existem homens e mulheres que trocam seus filhos pelo sexo. Infelizmente existem...

    ResponderExcluir
  9. Devem apodrecer na cadeia. Gostaria de saber o que vão dizer do irmão para a sua filha quando ela cresce.

    ResponderExcluir
  10. Infelizmente quem deveria acreditar no inocente não o fez, Bernardo morreu por falta de crédito da própria justiça. Lamentável!!!

    ResponderExcluir
  11. Sem mais....isso ñ é pai, isso é pior q aquilo q vai pro vaso sanitário, por isso deveriam ser soltos e deixar q a população se encarregue d fazer com eles oq eles fizeram com o Bernado, eles ñ merecem cadeia mas sim serem enterrados VIVOS....

    ResponderExcluir
  12. essa carta tem que chegar nas mãos deles.

    ResponderExcluir
  13. Penso que esses tipos não merecem o ar que respiram, pena dessa menina que resultou desses dois. Esse homem não iria entender essas palavras, pra ele tanto faz... Negar um filho desse modo... Palavras não valem, não fazem sentir. Espero que ele encontre Bernardo algum dia...

    ResponderExcluir
  14. Disse tudo, e tenho certeza que o mundo todo gostaria de dizer isso a este monstro sem coração. Na cadeia ainda deve estar passando bem...pena que no Brasil não tem pena de morte, este seria um caso, pagar na mesma moeda. era um inocente querendo amor, só isso.

    ResponderExcluir
  15. Bom seria se Leonardo pudesse ler.....Agora, só resta ler

    ResponderExcluir
  16. ISSO NAO É PAI E NEM GENTE MUITO MENOS MEDICO

    ResponderExcluir
  17. Monstro merecia pena de morte ser torturado e enterrado vivo também justiça de Deus certa para os dois casos a criança foi a o Fórum pedir socorro pq alguém não tomou a frente desse caso ainda em vida do Bernardo .O pai monstro é assassino matou primeiro sua mãe e depois fez aquela atrocidade com o próprio filho e o caso da menina Joana um horror Deus não falha e julga ele é Juíz justo eles que se preparem a justiça de Deus não vai poupa-los de nada.

    ResponderExcluir
  18. E o que dizer quando se fala que Leandro construiu uma segunda família aniquilando a primeira? Sera que ele teve uma segunda? Nunca teve! Nem uma... Assim como terminou com a vida de Bernardo seu filho, acabou a com a vida da sua filha bebe...oque dirão para ela quando perguntar de Bernardo? Como explicara para sua filha a prisão de seu pai e sua mãe? O que se passara na cabeça, na mente nos pensamentos,julgamentos dessa criança que hoje convive longe dos seus pais? Leandro NUNCA teve família...e quanto a Justiça ao ignorar as súplicas de Bernardo aos pedidos de socorro em vão ...tudo passou despercebido, sem importância fortalecendo aos criminosos protegidos até os dias de hoje....todos sabemos quem são os culpados....nada é feito...apenas estamos informados....apenas

    ResponderExcluir
  19. Nada trará o menino de volta....

    ResponderExcluir
  20. Nossa que texto...parabéns a você que escreveu.

    ResponderExcluir
  21. sinceramente .... tem que chega a eles ..... p eles verem o que as pessoas aqui fora sentem...é muita revolta contra a monstruosidade que praticaram ......não tem palavras que expressam isso.

    ResponderExcluir
  22. NÃO É JUSTO PESSOAS COMO ELE CONTINUAM VIVENDO .ELE E MADRASTRA TEM QUE MORRER DA MESMA FORMA COMO MATARARAM O MENINO.ASSIM TEM QUE SER A JUSTIÇA DOS HOMENS.AQUI SE FAZ AQUI SE PAGA....

    ResponderExcluir
  23. Quem dera eu soubesse que essa carta chegará até eles. Não se explica tanta bandidagem. Que Deus ilumine esse anjo, que o próprio pai não soube Cuidar!

    ResponderExcluir
  24. Não poderia estar de cara com uma ser deste....mas com certeza nunca mais dormirá em paz, pois um dia esta irmãzinha irá crescer e saber da verdade!!!!
    No futuro veremos qual reação pois virá a tona este caso um dia

    ResponderExcluir
  25. desgraçado..isso não é pai...pai protege e da carinho..vc é um monstro....que fiquem presos e sofrendo ardentemente todo dia pelo que fizeram...

    ResponderExcluir
  26. Disse tudo. É muito triste o que eles fizeram!!!

    ResponderExcluir
  27. Este monstro deve apodrecer na cadeia, por que nunca foi pai e a vagabunda que ele escolheu não devia ter filho para não sentir vergonha da mãe que a pariu. Mas Deus não dorme e a justiça divina não falha ,a própria consciência vai mata-lo aos poucos.

    ResponderExcluir
  28. Nesse caso deve ter pena de morte , porque um filho é tudo para formar uma família!!!!

    ResponderExcluir
  29. O inferno aguarda o Dr.

    ResponderExcluir
  30. Brilhante o teu comentário Carpinejar, compartilho a mesma idéia e acrescento ainda, que para os culpados da morte do bernardo deveria ter pena perpétua ou a pena d e morte, pois não merecem viver em sociedade monstros como esses, de se provalecer de indefesos, não confiamos mais, pois quem mato o próprio filho indefeso, o que esperamos?

    ResponderExcluir
  31. É triste, tomara que essa carta chegue nas mãos dele e ele jamais esqueça dessas palavras. E mais, que ele enxergue o rosto do filho em cada canto em que ele dirigir o seu olhar, pelo resto de sua vida!!!

    ResponderExcluir
  32. Façamos da suas , nossas palavras..carta trste e comovente

    ResponderExcluir
  33. Sou madrasta ,mas quando conheci o meu esposo disse que seria para ele e os três filhos um porto seguro, pois filhos são para sempre, e acho um grande erro quando pais ou mães abrem mao dos filhos em função de um novo relacionamento, filhos são para sempre e relacionamentos existem enquanto duram !!!!

    ResponderExcluir
  34. Que a justiça seja feita...

    ResponderExcluir
  35. Inexplicável...com tantos casais querendo ter um filho...e esses monstros fazendo isso. O que me conforta é que a JUSTIÇA DIVINA NÃO FALHA.

    ResponderExcluir
  36. Simples assim. A justiça divina nunca falha!

    ResponderExcluir
  37. A sociedade tem por hábito achar que porque o fulano é médico ou tem uma posição social não teria coragem de praticar atos monstruosos como este, aí está o engano. Este triste episódio serve para que fiquemos alerta e saibamos detectar pedidos de socorro como este.

    ResponderExcluir
  38. A sociedade tem por hábito achar que porque o fulano é médico ou tem uma posição social não teria coragem de praticar atos monstruosos como este, aí está o engano. Este triste episódio serve para que fiquemos alerta e saibamos detectar pedidos de socorro como este.

    ResponderExcluir
  39. Este homem, escritor é tão sábio para escrever, tão simples, tão intenso. Parabéns, mesmo neste relato, tão triste.

    ResponderExcluir
  40. Temos que ter pena de morte para esses criminosos covardes. Pena que nossas leis nao serem iguais a dos estados unidos.

    ResponderExcluir
  41. que estes monstros apodreçam na cadeia e com o pior...todos os dias ao acordar venha a memória o rosto de seus filhos. creio que esta seria a pena mais dura a estes????? coitados, sim pois não conhecem o AMOR!

    ResponderExcluir
  42. Sem comentários esta carta diz tudo,que estes psicopatas morram na cadeia. JUSTIÇA para este anjo.

    ResponderExcluir
  43. Perfeito o discurso.

    ResponderExcluir
  44. É uma pena que nesse nosso Brasil, para esse tipo de crime, não exista a pena perpétua, tirando o direito dos assassinos de um dia poder estar livre; visto que não deram ao Bernardo o direito a vida!

    ResponderExcluir
  45. Será que eles nunca pensaram no dito popular. Aqui se faz, aqui se paga. Espero que pagam e muito, pela atrocidade que fizeram com o anjo Bernardo.

    ResponderExcluir
  46. muito boa as suas palavras sou teu Fabricio !!!

    ResponderExcluir
  47. Este Leandro é um monstro, um animal! Como pode alguém abdicar de um filho, ainda mais por uma mulher má e horrorosa como aquela? Sou mãe e não me imagino fazendo mal para o filho de alguém, como aquela mulher fez. Palavras muito bem ditas, Fabricio! Bjos

    ResponderExcluir
  48. É dificil acreditar que existam individuos capazes de tamanha crueldade!Não podemos chamar de pessoas,animais,pais....pois estas palavras vão muito além do que estes!é muito triste ver este tipo de coisa!

    ResponderExcluir
  49. As autoridades de Três Passos ajudaram á matar o Bernardo ao se omite ao clamor de um menininho que pedia socorro.Sé fosse filho de um pobre ou classe social mais desfavorecida teriam encaminhado para o conselho tutelar e retirado o menino da tutela do dito Monstro chamado Pai. Mas como o dinheiro é que dita o caráter de uma pessoa para certas autoridades o Bernardo Não tevê VOZ precisou morrer para que sejam revistos os critérios e avaliações quando uma pessoa clama por socorro. Temos que investiga sempre porquê BANDIDO MONSTRO não nasce com etiqueta na testa. Uma vida poderiam ter salvo. Precisou um INOCENTE MORRER??? Vamos agilizar cada pedido de Socorro merece ATENÇÃO. DEUS TE ACALENTA JUNTO À TUA MÃE QUE FOI OUTRA VÍTIMA DA OMISSÃO. PRONTO FALEI. GENTE NÓS LIDAMOS COM VIDAS.

    ResponderExcluir
  50. Que pessoas assim paguem não apenas com anos de prisão, mas que levem em suas consciências o que fizeram, porque não é possível que consigam esquecer o que fizeram. É lamentável saber que existem pessoas que possam fazer isso com uma parte de si, é lamentável...

    ResponderExcluir