quarta-feira, 29 de junho de 2016

Começa o Criança Esperança 2016 neste sábado 02 de julho: Imperdível!






Neste próximo sábado, as 4 horas da tarde, começa o Criança Esperança...

Vou assistir, lógico...


Presenciar flagrante de trombadinhas de ocasião tungando incautos desavisados é imperdível...
Dr. Didi Mocó Colesterol Sonrisol chorando pitangas certamente marcará presença relembrando da porra de ter se cagado todo de medo de altura no Corcovado...


Lázaro Ramos tentará nos explicar que as últimas arrecadações serviram para formar crianças fingindo tocar violino no agreste sem nos comunicar que a Globo apenas arrecada e refornece numerário para a Unesco lhes repassar recibo para se safarem do Imposto de Renda Retido na Fonte..

Imperdível!


Jorge Schweitzer



Restaurantes Populares do RJ são fechados







Vários restaurantes populares do RJ, que servem almoço a 2 reais e café da manhã a preço simbólico,  já não funcionarão a partir de amanhã; incluindo o da Central do Brasil....

Os administradores do projeto  estão há 14 meses sem receber e deixarão de fornecer refeição...

O governo estadual fazer economia com excluído social é tão cruel que beira insanidade...

A roubalheira generalizada deixou como herança a falta de dignidade em escalar prioridades...

Quando se abandona desamparados ao próprio destino é primeiro sinal que a desumanidade  se perpetua no salve-se quem puder...

Somente e tão apenas a coleção completa de sapatos Louboutin da esposa e das amantes do Sérgio Cabral, do Sérgio Côrtes e do Cavendish pagariam todas as dívidas de todos restaurantes populares do Rio de Janeiro...

Filhos de putas, desgraçados...

Que todas as  furiosas pragas  os alcancem com ira completa...

Amém!



Jorge Schweitzer






terça-feira, 28 de junho de 2016

Operação Boca Livre e o golpe da Lei Roaunet







O lobby de artistas escamoteia uma indústria oculta que tunga o erário através da Lei Roaunet...

Existem infinidades de 'escritórios' de fomento a cultura e até advogados especializados...

Conheci uma específica luxuosa espelunca dessas na Rua da Lapa...

Filmei a fachada do prédio descrevendo no vídeo o que ocorria lá dentro postando no youtube na época...

Em cinco minutos eles conseguiram censurar meu filme alegando que estava os expondo...

Me ameaçaram de processo e depois me convidaram para rodada de chopp boca livre na Taberna da Glória...

Declinei...

Fui cuidar da minha vida...

Minha capacidade informal de ampliar falcatrua  ou produzir noticiário relevante se esvai na necessidade de achar que cumpri atitude de cidadania e pronto...

A Lei Roaunet possui tantos permanentes tentáculos impuros que improvável que algum dia não fosse alcançado pelo abraço da algema da Lei...

Era questão de tempo...

E, chegou a hora...

Espertos de ocasião  estão na berlinda...

A máquina Rouanet de triturar isenção fiscal em prol de oportunistas travou a engrenagem...

Infinidade de almofadinhas aproveitadores devem estar com o cú na mão...

Secou a teta...

Já não foi sem hora...

Não é, minha senhora em Movimento?

Dançou!

Eu avisei...





Jorge Schweitzer

  





O 'Muro da Gentileza' do Colégio São Vicente de Paula no Cosme Velho RJ






Intervenção feita por colégio chama a atenção de quem passa pelo local.
Proposta da ação é: 'Se precisar, pegue; se quiser, deixe'.


Daniel Silveira


Do G1 Rio


Roupas penduradas sobre um painel colorido pintado em um muro chamam a atenção de quem passa pela Rua Cosme Velho, no bairro de mesmo nome, na Zona Sul do Rio. À primeira vista, pode parecer uma vitrine. Mas, a palavra “gentileza”, destacada sobre o cabideiro, indica o valor simbólico, não financeiro, da ação: um espaço onde quem precisa, pode pegar os objetos, e quem quiser, pode deixar algo para ser retirado.

No fim da tarde desta segunda-feira (27), a dona de casa Tânia Moraes, de 46 anos, pendurava algumas peças de roupa no referido muro. Sua intenção era retribuir a aquisição da filha, de 7 anos, que ganhou uma saia retirada do local horas antes.


“Sei que eu não precisava deixar nada em troca. Mas se eu peguei algo e tenho coisas em casa que não uso, porque não deixar para alguém que venha a usar. Hoje em dia a gente tem uma atitude de acumular muito. Precisamos desapegar”, contou Tânia.

A declaração da dona de casa vai de encontro ao objetivo do Colégio São Vicente de Paulo, que promoveu a intervenção batizada de “Muro da Gentileza”, que foi inaugurada no sábado (25). “A ideia não é de promover uma troca. Este é um muro de exercício do desapego”, explicou a coordenadora comunitária do colégio, Laura Regent.

Segundo Laura, o muro foi idealizado pela professora de sociologia do colégio, Renata Salomone, e inspirado em uma iniciativa que, segundo explica um cartaz fixado no local, teria surgido no Irã. 

A concepção artística foi feita pela professora de artes da escola, Cacau Marçal, e toda a execução do projeto contou com o envolvimento dos alunos.

“É um projeto multidisciplinar. Professores de várias áreas motivaram seus alunos. Foram cerca de 150 estudantes envolvidos. No evento de inauguração, eles fizeram um grande sarau, além de intervenções artísticas e musicais”, contou Laura.

“Eu achei bem legal. As pessoas podiam ter mais sensibilidade e fazer mais coisas assim. Minha filha de dois anos tem muita coisa que não usa mais e eu vou trazer para cá”, disse a dona de casa Viviane do Nascimento, que parou para admirar o muro.

Além do espaço para roupas, o Muro da Gentileza do Colégio São Vicente de Paulo conta com prateleiras onde podem ser depositados calçados, CDs, DVDs, livros e outros objetos. “A gente quis dar uma pegada que fosse além da doação de objetos. 

Então, queremos estimular também a troca de algo que tenha valor apenas simbólico, como poesias que serão deixadas pelos alunos”, destacou Laura Regent, coordenadora comunitária do colégio.





PS: Taí uma excelente ideia  fácil de ser copiada com êxito... JS






segunda-feira, 27 de junho de 2016

Faixa estendida por policiais civis do RJ no Galeão: 'Bem-vindo ao inferno'





Enquanto a bandidagem demarca território em informais  blitzens piratas assassinas pela cidade do RJ em linguajar compreensível a polícia estende sugestiva faixa em inglês: 'Bem-vindo ao inferno"...

O governo do Rio de Janeiro reconhece que o dinheiro acaba na próxima sexta-feira e não existem recursos próprios que não o socorro federal que se confessa falido...

A encruzilhada tende a estreitar-se até agosto chegar...

Sem nenhum atalho previsto...

Uma Olimpíada barril de pólvora se avizinha...

O que está péssimo tende piorar...

O Rio de Janeiro é terra arrasada sem lei que apenas se move para declarar o caos no portal de entrada da cidadela encurralada...

Mariano Beltrame é refém da sua falta de comando aniquilada pelo efeito dominó da crise...

A cidade do Rio de Janeiro foi tomada de assalto...

Bandidos custodiados são resgatados sem reação em plena luz do dia...  

Traficantes do Chapadão e Pedreira fazem parte de noticiários diários há meses, raptando cargas e até mais de 200 motocicletas de uma vez só, e não existe competência para combatê-los... 

Arrastões se multiplicam com dia, local e hora marcada...

O Rio de Janeiro é como ficção  Blade Runner nos finais de todos os tempos...

Em grandiosos eventos as autoridade do Rio de Janeiro possuem grande perícia em articular trégua com a bandidagem através de intermediários presidentes de associações  de comunidades em territórios  conflagrados...

Desta vez parece improvável...

Logo  no portal de entrada da cidade...

A faixa dos policiais do RJ é amedrontadora, fatídica e absurdamente real:

Bem-vindos ao Inferno!






Jorge Schweitzer



Cláudia Cruzes, o vídeo oculto da Nova Loura do Trust








Cláudia Cruz, mulher de Eduardo Cunha, que se tornou ré na operação Lava Jato, virou piada no “Zorra”, da Globo, exibido o sábado (25). A mulher de Cunha foi alvo de uma paródia de um vídeo do “É o Tchan” e virou a “loira do trust”, chamada "Carla Cruzes", uma brincadeira entre o nome de Cláudia e o de Carla Perez, que foi a loira do grupo.

“Essa é a mistura do Brasil com a Suíça, tem que ter grana pra fugir da Justiça. A Receita tá de olho na poupança dela. Tá de olho no esquema do marido dela. Tá de olho na empresa de fachada dela. Tá de olho na bolsona e no sapato dela. Tá de olho, tá de olho. Vem que tu vai dançar Carla Cruzes: a nova loira do trust. É rica de sonegar”, diz a letra da música.

Na esquete, a personagem é interpretada por Dani Calabresa, que no vídeo arregala os olhos e faz uma expressão paralisada, em referência às piadas e memes de Cláudia que surgiram nas redes.


Passado como jornalista e denúncias

A mulher de Cunha trabalhou de 1989 a 2001 na Rede Globo, em um período no qual ancorou diversos jornais da emissora. Ela começou no jornal "Bom Dia Rio" e passou pelo “RJTV”, “Fantástico”, e foi apresentadora do “Jornal Hoje”. A jornalista chegou a comandar a bancada do jornal na época em que Sandra Annenberg ainda era repórter. Cláudia participou de coberturas importantes, como a morte de Ayrton Senna. 

De acordo com as investigações realizadas no âmbito da Lava Jato, Cláudia gastou mais de US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,5 milhões) desviados da Petrobras em compras de luxo no exterior, como sapatos e bolsas grifados, além de jantares em restaurantes de três estrelas Michelin. 


PS: Curioso que o vídeo foi retirado da Internet pela Globo alegando exclusividade que na realidade é flatuloso temor de processo mais adiante... Lamentável, já que o vídeo é muito engraçado... JS




quinta-feira, 23 de junho de 2016

Aleph del Moral, ator de 39 anos conhecido por interpretar Rubinho na novela 'Vamp', desaparecido no RJ





Fabrício Provenzano


Parentes e amigos estão a procura do ator Aleph del Moral, de 39 anos, que ficou conhecido por interpretar personagem Rubinho na novela “Vamp” (1991) da TV Globo. 

Ele desapareceu após sair de casa para dar um passeio no Sana, vilarejo do distrito de Macaé, no interior do Rio de Janeiro, onde mora com a mãe. A irmã do ator, a funcionária pública Durga del Moral, de 35 anos, conta que está preocupada com a segurança do irmão, que sofre de esquizofrenia e pode estar morando nas ruas.

Segundo Durga, o ator, que está afastado da profissão, saiu de casa no último dia 9 de junho para não mais ser visto pelos parentes. Ela acredita que o irmão possa estar circulando pelas ruas de Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, onde foi visto recentemente.

— Ele logo novo apresentou sinais de esquizofrenia, que foi se agravando com o tempo. Ele saiu de casa normalmente, como sempre sai, para dar uma volta, mas não retornou. Meu irmão já sumiu várias vezes, mas o problema é que da ultima vez ele ficou sete meses fora de casa e foi encontrado em São Paulo. Ele tinha todos os hábitos de quem vive nas ruas quando foi achado. Por isso, estamos muito preocupados porque é muito difícil encontrar alguém nesse país tão grande — explica Durga, que tem esperança de se reencontrar com o irmão em breve. 

— Tivemos noticias que ele foi visto na Praça São Salvador (em Laranjeiras), mas minha mãe foi pra lá, procurou toda a semana e nada. Ela é idosa e está muito triste.

A irmã diz ainda que Aleph usa um medicamente antipsicótico, mas quando desaparece para de usar a medicação.

— Meu irmão foi uma criança superdotada, muito talentosa e é muito triste ver como ele foi adoecendo. Muitas pessoas viram ele por ali no Catete, Largo do Machado (ambos na Zona Sul do Rio) esses dias. Muitos lembraram de quando ele era ator, inclusive. Fãs antigos tem se comunicado conosco — disse Durga, cujo o irmão ela diz ser um homem muito educado, que fala espanhol e fuma muito.


A funcionária pública lembra ainda que, antes de desaparecer, Aleph desejava se encontrar um amigo, um artista chamado Mateus Esperança, no Rio de Janeiro, o que não aconteceu.

— Esse amigo foi nosso professor na escola Nacional de Circo e trabalhamos muitos anos com ele. Aleph cismou que iria trabalhar com ele de novo.
Durga diz que parentes e amigos estão usando redes sociais para divulgar o desaparecimento do ator e tentar encontrá-lo. A mãe dele tem ainda visitado locais onde ele pode ter sido visto.

— Se a história (do desaparecimento) fosse divulgada, penso que ele estaria um pouco mais seguro, pois vão saber que ele é doente e não usuário de drogas.

Segundo Durga, o caso do desaparecimento de Aleph foi registrado na Delegacia de Casimiro de Abreu, no interior do Rio. Investigadores estão ajudando a localizar o ator.





terça-feira, 14 de junho de 2016

Abaixo Assinado Joanna Marcenal: 9.817 PESSOAS já assinaram...








publicado em
quinta-feira, 10 de janeiro de 2013
Joanna Marcenal e Areópago
=========================


Nada será como antes...

Jamais...

Internet é a maior revolução de toda história da humanidade...

Nenhuma sociedade jamais possuiu canal de comunicação equivalente a Internet...

O Areópago, na Grécia antiga, foi o rascunho da liberdade da voz...

A Internet permitiu que sejamos dono da voz sem nos curvarmos à voz do dono...

Nossos atuais políticos tiriricas entronizados não representam a sociedade decente...

Se tornam fantoches de seus interesses e de seus pares...

Bonecos de Olinda no carnaval dos impuros...

Quem sequer teve capacidade de chegar a Tiririca se contenta com cargos penduricários para continuar nas tetas da mãe gentil...

E a grande mídia que poderia nos salvar tal um colorado Chapolim?

A mídia quarto poder se torna joguete a replicar versão oficial...

A metamorfose oportuna cooptada por verbas, cargos e conchavos por baixo dos panos...

Quanto vale a verdade?

Qual o unitário valor monetário judicial de Jorge Schweitzer arriscar estampar nomes e fotos de todos assassinos seriais associados - que imolaram a menina de cinco anos de idade Joanna Cardoso Marcenal - em seu blog 'Táxi em Movimento'?

Cinco mil reais por citação?

Cinco?

Ora, cacete...

É pouco...

É nada...


Joanna Cardoso Marcenal, 5 anos de idade, foi manietada sobre fezes e urina com fita crepe nos tornozelos e punhos pelo próprio desgraçado pai André Rodrigues Marins que confessou a barbárie em rede nacional sem nenhuma emoção comprovando afirmação do delegado do Dcav , Luiz Henrique Marques Pereira, que André Marins sentia prazer em torturar a própria filha - repito - de cinco anos de idade...

Deveriam ser cinco trilhões de reais...

Que mesmo se eu fosse o Eike me negaria indenizar assassinos sequer com cinco rústicas cestas básicas...

Agora o próprio pai assassino de Joanna Marcenal igualmente entra na Justiça pleiteando que eu o indenize com uns trocados por ousar reproduzir sua confissão do crime...

Não cola, não me amedrontam...

Nós queremos Justiça ampla e plena...

Eles querem pecúlio reembolso de algo que deveriam se envergonhar...

Na realidade...

Na Internet a verdade é grátis...

Traduz-se em cifrões de solidariedade e indignação...

Quando alguma luz de alerta acende sempre haverá algum internauta a espreita...

Há quinze anos a maioria dos crimes cometidos por algum apadrinhado do poder passaria batido...

Mesmo quando ocorria repercussão da grande mídia...

Tempos atrás procurei saber que fim levou o assassinato do escritor Leon Eliachar, executado dentro da banheira de seu apartamento após descoberto como amante de uma jovem esposa de um político rico...

O mandante do crime foi penalizado?

Não há registros...

Há quinze Henry Sobel roubaria todas gravatas Hermès do mundo e enfiaria processo em quem tivesse coragem de acusá-lo...

Sobel tinha biografia messiânica irretocável incompatível com seu ato louco e poder aquisitivo para comprar centenas daquela mesma única gravata que surrupiou...

Não cola mais bater no peito ostentando prontuário vitae pretérito como salvo conduto para desvios futuros...

A Internet e toda atual parafernália eletrônica rastreiam as sombras das entranhas de falsos super heróis...

E ficam grafados na Rede cada desvio moral ou postural...

Eles possuem tremores e suores noturnos a cada vez que lembram da nossa existência...

Circulam insones por seus amplos apartamentos luxuosos adquiridos com nossa grana pública remexendo as pedras de gelo com a ponta do dedo congelado no copo de whisky 12 anos nos maldizendo...

Nunca mais haverão bocós arcontes que encagaçaram Sócrates e Aristóteles a retrocederam de suas teses certeiras para evitar a fogueira...

Jamais escolhemos chegar até aqui...

Nunca...

Só conheci Joanna depois que se tornou Caso Joanna...

Ontem recebi comentário dos bandidos que não aprovei desdenhando a razão do conhecimento pleno preferir ser taxista...

Não lhes devo explicar...

Jamais saberão...

Eles nos empurraram como soberbos condutores do ônibus da história que providenciam freadas de acomodação a minar a resistência para nos fazer saltar pela porta traseira...

São hipotéticos donos de tudo...

Dos arcontes...

Do cenográfico ônibus; dos fiscais; do trocador; da roleta; das vias exclusivas de circulação; dos bancos reservados para colarinhos brancos...

Da frota inteira...

Menos da nossa voz...





Jorge Schweitzer










sexta-feira, 10 de junho de 2016

Operação Policial no Complexo do Lins RJ







Costelada Gaúcha: 19 de Junho 2016 - Casa do Minho, Laranjeiras RJ








FESTA GAÚCHA - 19 DE JUNHO
CASA DO MINHO RJ.
RUA COSME VELHO  60 - LARANJEIRAS.

VENHA PARTICIPAR DO MAIOR ENCONTRO DA COMUNIDADE GAÚCHA NO RIO DE JANEIRO.

*COSTELADA NA BRASA - ARROZ DE CARRETEIRO.

*MÚSICA AO VIVO PARA DANÇAR

*SHOW ARTÍSTICO DE FOLCLORE 

*CAMA ELÁSTICA GRÁTIS PARA AS CRIANÇAS

*RESERVAS ANTECIPADAS COM DESCONTOS

LIGUE JÁ: 2236 7551  - 2225 1820  -   2547 4413










terça-feira, 7 de junho de 2016

Mulher minha não tem Personal Trainer






Pô, na boa... 

Temos que estabelecer certos parâmetros para não tomar chifre... 

Macho alfa jamais permite que mulher dele tenha personal trainer... 

Nunca, jamais... 

E também não faz pilates... 

Pilates é coisa de baitola... 

Imagina você informar aos amigos que hoje terá aula de bolas... 

Não pode... 

Sou do tempo em que para manter preparo físico providenciava-se duas latas de tinta com concreto dentro e um cano enferrujado no meio para dar tétano enquanto fumava um maço inteiro de Marlboro por sequência de exercícios... 

Depois uma rodada de cervejas na esquina com tira gostos de torresmo e ovo azul de conserva que quando o portuga abria o pote no balcão parecia que tinha se peidado todo... 

Atualmente não... 

Homem tem dentes alvos tal donzelas; come ricota temperada contando calorias e fica contemplando os próprios glúteos no espelho da academia com outros fanchones ao lado... 

Comigo não violão... 

Sou pé no chão... 

Fui criado arando com uma Massey Ferguson 7140 ao som de Led Zeppelin no roadstar auto reverse do painel... 

Tempo desses uma médica me recomendou que colocasse um comprimido para pressão arterial abaixo da língua para sorver com eficiência enquanto recostado de olhos cerrados tendo bons pensamentos... 

Que nada... 

Coisa de fresco... 

Tomei a cartela inteira e dei duas voltas no quarteirão xingando todo mundo... 

Melhorei na hora... 

Se é para morrer... 

Melhor que de raiva por ter que ir embora... 






Jorge Schweitzer






O retrato que te dei, devolva-me...







Toda mulher acha que sua vida daria um livro...

Lógico...

E se ela não achar, a gente trata de informá-la...

Elas adoram...

Só falamos o que elas gostam...

Quer ver
?

Quando nos aproximamos, mentimos que vamos ao teatro duas vezes ao mês; ao cinema quatro; conhecemos todos melhores poetas e dançar é nossa especialidade...

Qualquer mulher sensata concluiria que sujeito deste só pode ser baitola...


Só que, não...

Elas anseiam que o homem ideal...

Mulher tem fixação absurda por dançar...

Ao nascerem, algum Deus adorna um par alado de asas nos pés de vento da futura bailarina...

Você, minha cara leitora, poderia nos informar se jamais frequentou escola de dança clássica na infância ou não
?

Todas
!

Só que...

Vira frustração ao desvendarem que o atual esposo é um pé duro dos infernos...

Mas...

Elas não desistem...

Enquanto aguardamos aposentadoria treinando dominó para jogar na praça...

Elas armazenam sapatilhas rosas no fundo do armário esperando nosso infarto do miocárdio...

Ensaiando rodopios em bailes da terceira idade...

Entre elas mesmas...

Os únicos velhos sobreviventes disponíveis no salão estarão mascando a dentadura...

De boné preto de couro combinando com a pochete e envernizado sapato branco e marrom...

Segurando a bailarina como andador...




Jorge Schweitzer







segunda-feira, 6 de junho de 2016

Pro dia nascer feliz











4h 02min....

Abro uma lata de cerveja no meio da madrugada...

Sem culpas...

Porque hoje é sábado....

Zapeio na noite....

Chico Xavier na Globo...

Pentecostais me evangelizam no oportunismo da fé....

Insones se tornam presas frágeis na dorsalgia da alma..

Fazem milagres de mentira no escapular espírito de um diário de vampiro..

Começa Big Bang...

Um mesmo ótimo episódio que já vi carradas...

Como um Chaves de adultos...

Acendo um cigarro...

Penso nelas...

Todas...

Certamente nesta hora todas pensem em mim...

Claro...

Sou um platônico nas cavernas do inexistente...

Mas...

Não sou fiel...

Gosto de tenistas russas com tranças rapunzel...

Hoje, vou sonhar ao vivo com uma magnífica Serena Williams...

Sem obstáculos da crença...

Nem todas nossas inverdades são possíveis mentir...





Jorge Schweitzer